Início » Velocidade x Aceleração
Fisica/Matem.

Velocidade x Aceleração

Estes dias estava eu e um amigo em uma avenida de São Paulo. Eu de moto e ele de carro. No momento em que o farol abriu, acelerei, e fui até o outro farol ainda vermelho. Ele me alcançou no outro farol, já abrindo, e me perguntou se não havia excedido o limite de velocidade, que é de 60 km/h.

Não! – respondi a ele. Tomei o cuidado de não passar de 58 km/h (meu painel é digital e por isso consigo ter esta precisão!)

Depois do evento não pudemos conversar mais devido ao trânsito. Ele ficou de carro para trás e eu de moto consegui avançar mais.

Mas a confusão dele é compreensível.

Andar rápido (e neste caso nem tão rápido) significa alta velocidade e eventualmente alta aceleração. Mas podemos ter altas velocidades em baixas acelerações ou ainda altas acelerações e baixas velocidades.

Velocidade é a rapidez com a qual um corpo se move (sai do lugar).

Aceleração é a rapidez com a qual um corpo altera sua velocidade. Se preferir aceleração é a velocidade da velocidade.

Minha moto atinge 60 km/h em 4 segundos (acho até que em até 3 segundos). Isso é rápido, principalmente se compararmos a rapidez com a qual os carros podem atingir estas velocidades.

O carro do amigo, de acordo com a ficha técnica da montadora dele, afirma que de zero a 100 km/h o tempo necessário para esta aceleração é de 9,6 s. Admitindo que seja a mesma aceleração entre 0 e 60 km/h isto nos daria (regra de três) 5,8 s. Minha moto faz algo como metade deste tempo.

Mas veja! Estava parado (em repouso como se diz na Física) e acelerei até 58 km/h (digamos 60 km/h) em 3 ou 4 segundos. Pareceu ao meu amigo rápido, pois precisei de menos tempo que ele para atingir a velocidade máxima da via, mas não a ultrapassei. Por que eu usei grande aceleração ficou a impressão de grande velocidade. Mas fiquei dentro da velocidade da via, apenas a atingi bem rápido.

Uma das razões para isso é que minha moto é bem mais leve que o carro de meu amigo, e apesar do meu motor ser menos potente que o dele, a moto é tão mais leve que consegue desenvolver acelerações maiores que os carros.

Pela informação da ficha técnica do carro de meu amigo a sua aceleração, em unidades do sistema internacional, foi de:

100 km/h/(9,6 s) = (27,78 m/s)/(9,6s) = 2,89 m/s2

Minha moto fez 60 km/h/(3,5 s) = 16,67 m/s/(3,5 s) = 4,76 m/s2

Em termos de aceleração minha moto é 64% mais intensa, ou seja, acelera 64% a mais que o carro de meu amigo.

Mas dentro do limite de velocidade.

De fato se você, andando calmamente em casa, tropeçar (e espero sinceramente que isso não aconteça!) você irá de encontro ao solo cada vez mais rápido, ou seja, vai acelerar, a aproximadamente 9,8 m/s2 , o que é bem mais que minha moto. A gravidade produz uma aceleração bem intensa. Cair da própria altura ao perder a consciência é um perigo.

Muita atenção ao dirigir ou pilotar.

Sobre o autor

Sérgio Sato

Sérgio Sato

Professor universitário há 35 anos de Física e Matemática. Avaliador no INEP/MEC. Motociclista. Entusiasta do conhecimento.

Adicione um comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: