Início » Como era o mundo sem geladeira?
Fisica/Matem.

Como era o mundo sem geladeira?

Há um milhão de anos pelo menos nossa espécie usa o fogo, para se aquecer, para preparar alimentos ou mesmo para nos proteger. Muito provavelmente aproveitamos uma brasa de uma árvore atingida por um raio. Contudo o domínio controlado das baixas temperaturas demorou bem mais.

Quanto maior a temperatura mais rapidamente movem-se as moléculas desse corpo e quanto menor a temperatura mais lentamente (ou menos rapidamente) as moléculas se movimentam. Teoricamente na temperatura de –273,16°C, também conhecido como zero absoluto, as moléculas não teriam velocidade, ficariam imóveis. Essa temperatura é denominada de zero kelvin (0 K).

A primeira geladeira foi construída em 1856 para uma fábrica de cervejas australiana. A primeira geladeira doméstica surgiu nos Estados Unidos em 1913, ou seja, há apenas 105 anos.

E como é que se tomava uma bebida gelada antes disso?

Duas opções: 1 – não se tomava ou 2 – usava-se neve (se essa estivesse disponível).

A opção número 1 nos mostra que algumas de nossas necessidades atuais só existem porque temos condições de atender essas necessidades. Você já ouviu isso para outras tecnologias. Os smartphones por exemplo.

A pergunta básica: Como nos virávamos sem celulares? De outra forma, mas nos virávamos…

Evidentemente que a conservação de alimentos sem a geladeira atual é um problema. Mas todos os alimentos tem um prazo de validade, um período do qual seu consumo é seguro e desejável. Antes de podermos acondicionar esses alimentos em uma geladeira tínhamos que comprar esses mesmos alimentos em pequena quantidade, muito frescos, e consumi-los o mais rapidamente possível. Estoques pessoais ou familiares não eram muito possíveis.

A questão é que a tecnologia altera nosso comportamento e nosso comportamento pede por mais tecnologia. Esse feedback está presente em toda a história de nossa civilização.

A tecnologia depende da época. No momento atual tecnologia é nossa capacidade de comunicação instantânea, capitaneada pelos citados smartphones.

Mas a tecnologia já foi a carruagem puxada por cavalos. O trem a vapor. E mesmo a capacidade de acender uma fogueira.

Assim poderíamos perguntar: Como era o mundo sem fogão? Ou mesmo sem automóveis!

Nossas vidas são guiadas pela tecnologia e nossas vidas estimulam a criação de novas tecnologias.

Tecnologia são os recursos extracorpóreos que temos para sobreviver. É nossa distinção como espécie nesse planeta.

De fato castores podem construir barragens e chimpanzés usam gravetos para coletar formigas, como uma espécie de talher.

Mas da forma como nós usamos os recursos naturais e os modificamos e combinamos para gerar novos recursos nossa espécie é ímpar.

Somos tecnodependentes. Não apenas nós do século XXI. Mas todos nós e todos aqueles que nos precederam.

Não acredita?

Lembra-se da última vez que acabou a luz na sua casa?

Sobre o autor

Sérgio Sato

Sérgio Sato

Professor universitário há 35 anos de Física e Matemática. Avaliador no INEP/MEC. Motociclista. Entusiasta do conhecimento.

Adicione um comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: