Início » O “calhambeque” da neve
Canadiando

O “calhambeque” da neve

Os adoradores de carros antigos entendem bem a necessidade de restauradores de carros. Há pessoas que restauram carros para colecionar, outros para corrida ou exposições e tem também os que restauram verdadeiras máquinas para esportes off road. Em muitos casos os carros restaurados são razoavelmente conservados e às vezes são até mesmo relíquias de família, passando por várias gerações.
O caso de Jamie Brake é um pouco exótico comparado aos exemplos citados acima, ele mora na remota região de Nunatsiavut, uma área autônoma do Canadá, onde os únicos acessos são de avião ou barco pelo oceano Atlântico Norte.
Acontece que Jamie é arqueólogo e durante uma de suas expedições com sua equipe, encontrou o primeiro “snowmobile” do Canadá, tendo em vista que o carro tinha esquis no lugar das rodas (veja no vídeo). Com ajuda de habitantes locais ele conseguiu levar todas as partes encontradas para a capital Nain onde o automóvel passou por uma restauração.
O veículo agora restaurado é na verdade um Ford Modelo T, o primeiro carro a ser fabricado em série no mundo. Idealizado pelo próprio fundador Henry Ford, foi considerado o carro do século XX por especialistas, vendeu mais de 15 milhões de unidades entre os anos de 1908 e 1927 quando deixou de ser fabricado.
O modelo encontrado pelo arqueólogo é de 1927 e foi importado para o Canadá por cientistas que faziam pesquisas naquela região na época. Com o final das pesquisas, o carro foi simplesmente abandonado na floresta e encontrado somente agora, pouco mais de 90 anos depois.
Veja no vídeo abaixo o “snowmobile” de 90 anos de idade.

Sobre o autor

SÁ SATO

SÁ SATO

Biomédica habilitada em Análises Clínicas pela Universidade Metodista de São Paulo. Pós graduada em Gestão Hospitalar e Serviços de Saúde pela Universidade de Santo Amaro. Especialista em Bioética e Valores Culturais pela Universidade de Toronto.
Amante da cultura e diversidade humana, hoje reside em uma das cidades mais ecléticas do planeta: Toronto.

Adicione um comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

%d blogueiros gostam disto: